Wc: regular vs top

Sim, hoje vou falar-vos de wc’s: quantas de nós, quantas!, já nos deparamos com casas de banho públicas em shoppings, bares, cafés, teatros, estações de comboio, aeroportos ou até repartições públicas em que nem um rolito de papel higiénico existe? Quantas de nós (e principalmente no inverno) querem pousar a mala e o casaco para poder fazer o nosso xixi em paz e isso parece uma missão quase impossível? Ou porque não há cabide disponível, ou porque temos de encaixar o casaco e a alça da mala no puxador da porta e rezar para que não escorregue, ou porque não temos onde pousar os sacos das compras se for caso disso..é um drama total. E consta que mamãs sozinhas com miúdos de colo também passam um valente mau bocado. Este drama aumenta proporcionalmente com a vontade que temos de fazer a nossa necessidade fisiológica. Quantas de nós procuram com desespero dentro da mala (que está quase a cair do puxador da porta que falei há pouco), por um pacote de lenços – e mais importante ainda, que ainda tenha lenços lá dentro? É todo um circo pegado que poderia ser resolvido com alguns cuidados básicos por parte da manutenção do espaço em que nos encontramos. Então e aqueles wc’s que nem sequer têm espelho? Está mal senhores, está mal, que todos sabemos que pelo menos as ladies têm sempre um batonzito para retocar, um cabelo para compor, ou uma dentuça sem corpos estranhos para verificar!  Para além de água e papel, um espelho é básico e é fundamental. Ora, serve este post para vos contar que tive o meu momento de revelação sobre wc’s quando fui com uma amiga à casa de banho do Hemingway em Cascais. Sim, agora que falo nisso, o clichê de as mulheres irem à casa de banho aos pares é verídico e eficaz – será talvez porque precisem de assistência técnica por todos os motivo que já expliquei acima? Ui…e digo-vos uma coisa, aquilo sim, um wc nas antípodas de tudo o que eu já tinha visto. Parecia um sonho, uma meca do banheiro público: para além da tradicional e já porreira combinação de cabide, água quente, gel das mãos, papel higiénico e espelho, havia todo um mundo de produtos que dariam imenso jeito a qualquer uma! Laca, fixador de caracóis, leite corporal, desmaquilhante e algodões, pensos e tampões, perfumes, toalhetes, e muito mais… É óbvio que estivemos lá dentro 10 minutos 20 minutos, em total exploração, quais investigadoras de csi! É claro que eu e a minha amiga acabamos por usar sóóóóóó o necessário (o que significou passar creme depois de lavar as mãos, mais ou menos aí até aos cotovelos) e mudamos para todo o sempre a nossa visão no que respeita a casas de banho…esta era TOP! 🙂

  

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s