Good After: reaproveitar produtos “quase fora do prazo”

Sempre tive curiosidade acerca do que acontece aos produtos do supermercado que não se vendem em tempo útil ou que começam a chegar ao prazo de validade. É certo que existem supermercados que colocam esses artigos em promoção, que os vendem numa de leve 2 pague 1 ou que os dão a instituições de caridade. Mas sempre me pareceu uma coisa muito residual, já que tenho visto essas técnicas para frescos e laticínios, mas nunca vi para produtos de higiene, cosmética ou mercearia. Pois que, na onda dos dinamarqueses que abriram o primeiro supermercado de produtos no fim do prazo de validade, em Copenhaga, surge agora em Portugal, mais precisamente em Vila do Conde, um supermercado do género. Chama-se Good After e funciona on line. Tem oito categorias – mercearia, bebidas, saúde e bem estar, beleza e higiene, casa/jardim/auto, animais, bio, e comida do mundo. Tudo a preços que podem chegar a 70% dos originais. Os produtos, não estão estragados, claro – apenas já atingiram ou estão próximos da data de consumo prevista pelas marcas. Não têm produtos perecíveis e entregam tudo em 24h.

Dada a escassez de recursos no nosso planeta, a mim parece-me uma óptima ideia diminuir o desperdício e ao mesmo tempo comprar artigos a um preço bem mais apetecível do que nos supermercados normais. Não sei se compraria mercearia, mas artigos para a casa ou de higiene não me faz confusão nenhuma. Fica a ideia. Pode ser que um dia destes experimente.

Anúncios

4 thoughts on “Good After: reaproveitar produtos “quase fora do prazo”

  1. Gosto muito dessa ideia, se bem que o meu marido é capaz de não achar assim tanta piada. Isto porque apesar de não gostar de desperdiçar comida, ele tem uma paranóia com a comida fora de validade. Já lhe expliquei uma data de vezes que a validade não quer dizer que as coisas estejam estragadas (não têm uma bomba relógio que fazem com que se estraguem no segundo que passam da data) mas é mais para podermos reclamar caso o produto esteja estragado ainda dentro de validade. Eu cá sou muito de ver bem e cheirar as coisas, confesso que não ligo muito às datas – e até agora, nunca apanhámos nenhuma intoxicação alimentar 😀
    Já o meu marido chegou a deitar ovos fora porque “estavam quaseeee fora da validade”… a mim deu-me vontade de o deitar fora a ele naquele momento! 😛

    Gostar

    • Ah Ah Ah! Adorei a bomba relógio, já agora tinhamos de comer tudo antes da meia noite porque passado essa hora já se atinge a data de validade… 🙂 Tem toda a razão, e a peripécia dos ovos está demais, acho que é característica do sexo masculino panicar com essas coisas… 🙂

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s