A revelação de uma vida no que respeita ao pequeno almoço.

Pois é. Há coisas nesta vida que temos de assumir. Eu assumi desde muito cedo que tenho um tremendo mau acordar. Não quero que falem comigo, que façam barulho, que haja música a tocar nem que me liguem a televisão. Ao acordar respondo com gestos e não com palavras. Levanto-me, faço a minha vidinha matinal e tomo o pequeno-almoço, sempre tudo no silêncio e na paz do senhor – ninguém que me “incomode” ou tenha grande interacção comigo. Acontece-me desde criança, sempre fui assim, mas acho que tenho vindo a melhorar. Dizem que quando era pequena, acordava ainda pior, nunca quis comer coisas a sério de manhã e ia a viagem toda de carro a fungar – só parava e acordava verdadeiramente quando chegava à escola. Agora sou um pouquinho melhor. Talvez quando tiver filhos a coisa mude definitivamente (acho que não é de todo possível manter os miúdos calados depois de acordarem – mas logo se verá, se e quando acontecer). Bem, como podem imaginar, um ser que acorda como eu, também não gosta de tomar pequeno-almoço, mastigar e tal. Excepção feita para os pequenos almoços de hotel, que quando estou de férias não me importo nada de derreter e provar todo um buffet, tenho apetite e já não me custa nada mastigar. Mas, ao longo dos outros 350 dias em que não estou de férias num hotel, o meu pequeno almoço sempre foi à base de líquidos, coisa rápida de engolir e toca a andar. No entanto sempre soube que estava errada, sempre ouvi aquela conversa de ser a refeição mais importante do dia e blá blá blá e resolvi que um dia havia de mudar esta problemática. Tenho uma amiga quase nutricionista e outra vegan, que comem verdadeiros almoços logo de manhã – lentilhas, sopas, omeletes e bifes de frango (a que não é vegan, óbvio) e eu pensei, bem se elas conseguem…eu posso tentar. Tentei mas não deu. Ovos ainda comi uns tempos – cozidos, logo pela manhã, mas aquilo era esquisito. Comer ovos e beber o meu cafezinho por cima. Não estava habituada e nós somos criaturas de hábitos. Para não beber só uma chávena de leite e outra de café, pensei que se juntasse um pouco de cerelac ou nestum tudo bem – era rápido e líquido na mesma e sempre tinha mais vitaminas e minerais. Andei anos assim. Até que descobri que as papinhas para bebé não são tão inofensivas assim (corrijam-me se estiver errada), são feitas só à base de trigo (a maior parte do trigo no mundo já é transgénico) e carregadinhas de açúcar. Mas carregadinhas mesmo. Bem, lá fui procurando alternativas, papinhas com menos açúcar, mais saudáveis e tal, até que cheguei a esta maravilha – despertar de buda.

Vi este produto num blog (ups, já não sei em qual) feito como um pudim – de comer à colher. Pensei logo, será que isto dá para pôr no leite de maneira a ficar líquido? E não é que dá? Uma alternativa muito mais saudável para o pequeno almoço de pessoas preguiçosas e difíceis como eu!! Clap Clap Clap!! Estou a experimentar este de manga e baobab mas consta que o de açaí também é muito bom! Não sei se existem produtos equivalentes de outras marcas, este despertar de buda é da marca Iswari e custou-me por volta de 10€. É cru, sem glúten, vegan e instantâneo. Basta adicionar água, leite ou outra bebida vegetal para se obter uma papa ou batido, é feito de trigo sarraceno moído, lucuma em pó, chia e linhaça moídas, açúcar de coco, manga em pó, amêndoa moída e baobab (é uma fruta africana) em pó. Sinto que desde que o tomo demoro mais tempo até ter fome e tenho gostado do sabor e textura. Continuo a acordar mal, mas o pequeno almoço tem corrido muito melhor! E vocês? Mastigam de manhã? Ou são como eu? Tomam um pequeno-almoço digno de casa real? Contem-me tudo!

Foto daqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s