Ponto alto do dia

Ver um miúdo a limpar o salão (vulgo meter o dedo no nariz). Chamá-lo à atenção. Ver que coloca ainda mais o dedo dentro do nariz. Olhar para ele com cara de reprovação. Ver o miúdo a ficar vermelho e a choramingar. Perguntar o que se passa. Perceber que ele enfiou alguma coisa no nariz. Perguntar-lhe o que foi e no meio dos lamentos não perceber nada. Ficar preocupada e obrigá-lo a fungar como se não houvesse amanhã. Perceber que era uma pedra, isso mesmo, uma pequena pedra que apanhou do chão. E decidiu enfiar numa narina. Uma pedra é uma coisa tão gira. Dar sermão sobre narizes e orelhas e hospitais, otorrinos, doutores em geral, bombeiros e ambulâncias. Tenho um amigo ORL que diz que é normal, passa a vida a aspirar narizes e orelhas à canalha. Pelo sim pelo não, voltar a dar sermão. E depois continuar a aula.

E assim se passou ontem uma tarde animada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s