This is Us (queria um Jack só para mim)

Não sou muito aficionada por séries, tirando o Orphan black e o Walking dead, assim de momento não andava a ver mais nada de especial. Confesso que não tenho muita paciência para esperar por episódios, ver religiosamente àquele dia e naquela hora marcada. Acho que por não ser uma pessoa muito dada à televisão, até há uns bons anos nunca me agarrei a nenhuma série realmente a sério. Tirando talvez o Sexo e a cidade que via até às 4 da manhã, mas aí eu era uma jovem e não tinha que trabalhar acordar cedo. Mas adiante. Depois veio a internet, e com ela esta cena maravilhosa de, quando se gosta de uma coisa, poder ver 8 episódios seguidos. Ou mais até, desde que os olhos aguentem.

Isto para partilhar convosco que, sem contar, vi o episódio de estreia da série This is us na Fox. E como eu odeio ver primeiros episódios! É que, quando são bons, agarram-nos e já não conseguimos fugir da história…

Diz a sinopse que:

This is Us segue um grupo de pessoas únicas e as formas como os seus caminhos e histórias de vida se cruzam de maneiras inesperadas: desde partilharem o mesmo dia de aniversário a muito mais, formas impensáveis.

E assim foi – já vi todos os episódios disponíveis da primeira (e única até ao momento) temporada que são para aí uns 15 e agora só falta mesmo esperar que sejam transmitidos nos Estados Unidos mais três penso eu, e tenho de vos dizer: a série é muito boa. O primeiro episódio parece um pequeno filme, tão bem realizado! Os planos são fantásticos e o constante “anda para a frente” “anda para trás” muito, mas muito bem pensado e conseguido. Os flashbacks que poderiam facilmente arruinar a série não o fazem – e são bem fiéis aos loucos anos 80 e 90. O tema da série em si não é nada de novo, simplesmente a vida das pessoas, a ficção a imitar a realidade, como eu tanto gosto. Mas os pormenores, o facto de mostrar o lado sensível das pessoas (com as suas qualidades e os seus defeitos reais) e menos perfeito das famílias, sempre a contar o porquê de pequenos pormenores que fazem sentido com a explicação de momentos do passado… Está muito bem conseguido. Acho até que o nome da série é um trocadilho com This is US (US de United States) por se abordar também assuntos como o preconceito e a segregação racial, a obesidade, a fama oca de Los Angeles e muitos outros pormenores que vão surgindo ao longo da série e que fazem sentido na realidade norte americana, mas isso sou eu que estou sempre a tentar ver mensagens subliminares em todo o lado. Li que já foram encomendadas mais duas temporadas, o que me deixou bem contente por haver mais história para descobrir. Vejam, pode parecer uma sériezinha leve de domingo à tarde, mas traz uma mensagem profunda e dramática consigo. Vale a pena.

Adoro todas as personagens, mas a minha favorita é o Jack. Temo que não existam homens assim no planeta, mas se existissem gostaria muito de ter um Jack só para mim.

Resultado de imagem para this is us

foto daqui.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s